FÉRIAS DE VERÃO COM O SINDAFEP - Alta temporada 2019/2020 - Consulte os pacotes!

Notícias

Imagem

Filiados decidem sobre as pautas das Assembleias Gerais

Em Curitiba, a categoria se reuniu no restaurante Dom Antônio. As outras regionais transmitiram ao vivo para os filiados

Neste sábado (29), foram realizadas as Assembleias Gerais, Ordinária e Extraordinárias, do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná (Sindafep). Os filiados de Curitiba votaram no Restaurante Dom Antônio, enquanto as regionais de Ponta Grossa, União da Vitória, Guarapuava, Jacarezinho, Londrina, Maringá, Umuarama e Cascavel participaram por meio virtual, com transmissões ao vivo em cada regional. A Regional de Pato Branco não transmitiu as Assembleias, por conta do feriado no município.

A Assembleia Geral Ordinária Nº 1/2019, referente a apreciação da prestação de contas do exercício de 2018, foi aprovada por unanimidade. O Vice-presidente de Finanças, Raul Wellner Filho, apresentou para a categoria o relatório final que, sem contestações, foi aprovado. Na ocasião, os filiados puderam conhecer mais sobre o Prêmio Gestor Público Paraná (PGP-PR), organizado pelo Sindafep, grande motivador para a visibilidade do sindicato perante as autoridades do nosso estado. 

A Assembleia Geral Extraordinária Nº 1/2019, referente a deliberação sobre a autorização para aquisição de imóvel para a sede própria do Sindafep, a categoria autorizou que a decisão seja tomada pelo Conselho dos Representantes Sindicais (CRS), já que existem dois imóveis que estão sendo analisados para compra. Para que não exista o risco de perda de negócio, por conta da convocação de nova Assembleia, ficou assim decidido. Foram apenas três votos contrários, enquanto o restante do pleito votou pela aprovação.

A Assembleia Geral Extraordinária Nº 2/2019, referente as reinvindicações e formas de mobilização, inclusive sobre a proposta a ser encaminhada referente às reposições salariais não aplicadas pelo Governo do Estado do Paraná, ficou em aberto. Como não existe um posicionamento do governador Ratinho Júnior, a categoria decidiu por unanimidade que o melhor é aguardar que o pronunciamento seja realizado. Depois disso, os filiados serão chamados para nova votação, decidindo se entram em greve com as demais categorias ou não.
 

Veja as fotos dessa notícia

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem

Comentários

Comente esta notícia

código captcha