Coronavírus - Proteção e informação em casa! Mantenha-se atualizado. CLIQUE AQUI!

Notícias

Imagem

Sindafep participa da abertura da I Semana da Conscientização Tributária

Vice-presidente Sindical ressaltou a importância da aprovação da Reforma Tributária para promoção da igualdade social

Garantir que o tributo chegue aos cofres públicos não basta. Temos que atuar para que os valores pagos retornem em serviços de qualidade para a população. Esse é um dos temas centrais da I Semana da Conscientização Tributária, que teve início nesta segunda-feira, 26 de outubro. Discutindo a função social dos tributos, o evento traz palestras, debates e atividades culturais ao longo de toda a semana. O vice-presidente Sindical do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná (Sindafep), Carlos Alberto Stadler, participou da mesa de abertura do evento.

A educação fiscal é uma importante ferramenta de transformação para uma sociedade mais igualitária, lembrou Stadler. “O Sindafep, em virtude de congregar os Auditores Fiscais do Paraná, entende que eventos como a Educação Fiscal e a Semana da Conscientização Tributária são extremamente importantes para que nós possamos conscientizar a população sobre a necessidade de uma Reforma Tributária, buscando a igualdade social”, afirma o vice-presidente da entidade.

Stadler relembrou o papel do Sindafep na luta por uma Reforma Tributária justa e solidáriaStadler também relembrou o papel desempenhado pelas entidades representativas do Fisco, principalmente o Sindafep e a Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco), pela aprovação da Reforma Tributária. “Nós sabemos que o nosso país é extremamente desigual na questão tributária e, dessa forma, o Sindafep e a Fenafisco vêm trabalhando de forma intensa para uma Reforma Tributária. Há vários anos participamos de movimentos da reforma”, explica. As entidades têm atuado junto ao Congresso Nacional para a aprovação de um texto que promova justiça fiscal.

O Sindafep é apoiador da I Semana da Conscientização Tributária e um dos principais incentivadores da Educação Fiscal no Paraná. “Para nós é uma honra participar de um evento dessa natureza como apoiadores. Que esse evento se torne um marco na história do Paraná e perpetue-se por muitos anos”, finaliza Stadler.

O papel da entidade também foi lembrado pelo professor da Universidade Estadual de Maringá (UEM) Marcílio Hubner de Miranda Neto, um dos coordenadores da Semana. “Esse evento foi idealizado por muitas pessoas, foi pensado por muitas cabeças e instituições. Deixo meu agradecimento, em especial, ao Sindafep, que sempre nos apoia nos eventos de educação fiscal que a UEM participa”, afirma Neto.

Este é o primeiro evento do tipo desde a sanção da Lei Estadual nº 19862/2019, que instituiu a Semana da Conscientização Tributária no calendário oficial do Estado. Para o coordenador da Escola Fazendária do Paraná (Efaz), essa é uma oportunidade de refletirmos sobre o papel da sociedade e como lidamos com o tributo. “Em geral nós estamos acostumados a reclamar do tributo, sempre vendo a parte financeira. Temos que pensar também sobre o papel que o tributo representa na nossa vida. Não somente em quanto a gente paga, mas também o quanto que temos de retorno em relação ao que é pago”, lembra Brito.

Programação

O primeiro dia da Semana da Conscientização Tributária começou ainda pela manhã, com a mesa de abertura com autoridades. Participaram o vice-governador do Paraná, Darci Piana, o diretor-geral da Secretaria de Estado da Fazenda, Eduardo Castro, o diretor da Receita Estadual, Roberto Tizzon, e a coordenadora da Semana Tributária, Nilce Nascentes.

Durante a tarde, o analista da Receita Federal do Brasil Antônio Jordão da Silva Júnior proferiu a palestra “Passo a passo para alcançarmos a conscientização tributária''. O presidente da Fenafisco, Charles Alcantara, e o professor da Unicamp, Eduardo Fagnani, debateram a proposta “Tributar os Super-ricos para Reconstruir o País” e “Tributação e Desigualdade”, respectivamente. O Sindafep é um dos apoiadores do texto, que apresenta medidas para aumentar a arrecadação e desonerar a parcela mais pobre da população.

A procuradora da Fazenda Nacional Danielle Nascimento proferiu a palestra “Consciência Fiscal x Aceitação ou Rejeição dos Tributos: um olhar da psicologia fiscal”. Em seguida, encerrando o primeiro dia do evento, a Trupe Arte, Ética e Cidadania da UEM apresentou o teatro “O Auto da Barca do Fisco”.

A programação segue até sexta-feira, 30 de outubro. A transmissão é realizada pelo canal Amigos do Mudi, da UEM. Para saber mais sobre a I Semana da Conscientização Tributária, clique aqui.

Veja abaixo os vídeos do primeiro dia de evento.

Mesa de Abertura da I Semana da Conscientização Tributária com autoridades

Palestras: "Passo a passo para alcançarmos a conscientização tributária" + "Tributar os Super-ricos para Reconstruir o País" + "Tributação e Desigualdade".

Mesa de abertura + palestra "Concicência Fiscal x Aceitação ou Rejeição dos Tributos: um olhar da psicologia fiscal" + teatro "O Auto da Barca do Fisco".

Categorias:

Comente esta notícia

código captcha