Chegou um novo benefício para você SINDAFEP Seguros - Conheça todas as vantagens. Faça já sua cotação.

Notícias

Imagem

Medicina preventiva é melhor do que remediar: como ela pode ajudar você a viver melhor

Mais que um ditado, este é um campo da medicina que vem recebendo cada vez mais atenção. Saiba o que é a medicina preventiva e quais os caminhos para evitar as doenças

Por que esperar ter algum problema para tratá-lo, quando você pode evitar que ele aconteça e ainda ter menos custos com isso? Este é o foco da medicina preventiva, o nome dado atualmente a todas as áreas da medicina que focam em rastrear precocemente ou evitar problemas, ao contrário da medicina tradicional, em que o indivíduo já tem a doença estabelecida e parte para tratamento.

Jaime Rocha, diretor de prevenção e promoção à saúde da Unimed Curitiba, afirma que a importância dela é muito clara pela própria definição.

– O objetivo principal da medicina preventiva é atuar para não ocorrerem situações de doença. Quando o foco deixa de ser de olhar o indivíduo doente, e passa a ser manter o indivíduo saudável, ganhamos uma sociedade mais saudável e pessoas mais produtivas.

Segundo Jaime, as estratégias de prevenção devem ser vistas de forma coletiva, para um país, um estado, uma cidade, mas também podem ser vistas individualmente. Neste caso, as estratégias vão depender de fatores como idade, sexo, história e genética, por exemplo.

– Cada vez mais temos trabalhado com fatores preditivos, aqueles que tentam prever que problemas essa pessoa vai ter para tentar atuar de forma mais preventiva. Assim, é possível traçar um plano de prevenção. Este plano depende de estarmos falando do campo coletivo ou individual.

No coletivo, a medicina preventiva procura abordar os principais problemas de saúde pública, vistos pela questão da sua prevalência (quantos casos existem), pela sua incidência (quantos casos novos surgem todos os dias), pela sua letalidade (quantos casos acabam em falecimento), e também pela questão de custos, ou seja, quanto isso custa para a sociedade como um todo. Já para o indivíduo, o enfoque é baseado na sua história pessoal, histórico familiar e no seu momento de vida.

Além de todas as vantagens para a saúde, afinal, o melhor tratamento é aquele que é feito para não adoecer, a medicina preventiva acaba sendo muito mais barata.

– Na medicina preventiva, o indivíduo está focado em tomar a vacina, não em receber o remédio para a doença. Está focado em ter uma alimentação saudável, e não em ter que fazer uma cirurgia bariátrica. Está focado em fazer exercícios preventivos e com qualidade, e não em ter que lidar com problemas ortopédicos de joelho, coluna ou quadril. Está focado na qualidade emocional de vida, e evitar problemas psiquiátricos, hipertensão e tudo mais. O foco deixa de ser a doença, e passa a ser a saúde – finaliza Jaime.

Como você pode ver, alimentação saudável, prática de exercícios e pequenas mudanças de hábito são uma excelente forma de prevenir doenças e cuidar da sua saúde. Que tal, então, começar agora mesmo?

Fonte: Globo Esporte

Categorias:

Comente esta notícia

código captcha