Sindafep Seguros

Notícias

Imagem

Nos planos de Ano Novo, inclua o seguinte item: “cuidar de mim”

Em toda virada de ano costumamos elaborar planos espetaculares para os 365 dias seguintes, mas frequentemente nos esquecemos de pôr na lista algo importantíssimo: o cuidado com nossa saúde e qualidade de vida. Se isso não estiver em dia, como vamos concluir os outros objetivos?

A melhor parte desse item é que ele não demanda um grande investimento financeiro, mas, sim, de tempo. Horas de descanso e lazer têm de ser sagradas, assim como atividades que dão prazer, relaxam nosso corpo e elevam a saúde mental.

Eu gosto de estudar violão, praticar esportes e andar de bike, por exemplo, mas as opções são infinitas.

Veja só: tenho um colega médico que não abre mão dos minutos matinais de cuidado com as plantas; outros dois viraram surfistas; vários praticam ioga ou meditação; muitos são músicos (existe até uma orquestra de médicos do Einstein); e por aí vai.

Não há uma receita única, cada um tem de descobrir qual é a sua – e, principalmente, reservar tempo para ela.

Um remédio fundamental, que vale para todo mundo, é o contato com a natureza. Estudos científicos já mostram os benefícios para a nossa saúde mental e física, como regular a pressão arterial, reduzir os índices de açúcar no sangue e diminuir o estresse e a ansiedade.

Autocuidado também significa aderir ao tratamento prescrito pelo médico e fazer as consultas e os exames regulares (inclusive os de rastreamento de câncer, como mama e próstata).

Igualmente importante é criar coragem para lutar contra o sedentarismo, a obesidade e todos os tipos de excessos – de alimentos, bebidas, trabalho, redes sociais…

Comece devagar
Parece difícil? Comece com um passo de cada vez: não se estresse e não se cobre tanto. Como dizia uma senhora italiana que conheci, piano, piano se va lontano (traduzindo: devagar e devagar se vai longe).

E tome cuidado: a internet está repleta de textos e dicas de autocuidado, mas é fundamental buscar fontes confiáveis, porque também há um montão de fake news e promessas “milagrosas” que nunca se concretizam e ainda podem causar prejuízos à saúde.

Isso sem falar em conteúdos insidiosos, que, no fundo, só querem empurrar produtos e serviços igualmente suspeitos.

E aí, vamos incluir o “cuidar de mim” nos planos para 2022? Como diz um trecho do conhecido poema Receita de Ano Novo, de Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), “Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome/ você, meu caro, tem de merecê-lo/ tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,/ mas tente, experimente, consciente./ É dentro de você que o Ano Novo/ cochila e espera desde sempre.”

Fonte: Veja Saúde

Categorias:

Comente esta notícia

código captcha